segunda-feira, 15 de junho de 2015

Querer justiça ou querer ser beneficiado?

Hoje foi dia de comunicado, já era esperado; gostava de ver tanto apelo à verdade desportiva quando ganham como quando perdem - e neste último caso o apelo nem é verdadeiro, é um apelo para que sejam beneficiados.

Já tinha intenção de escrever sobre a vergonha que foi a final da Taça de Portugal, agora numa situação com algumas semelhanças vou comentar também sobre a final do Campeonato de futsal.

Primeiro transcrevo a parte do comunicado que diz respeito aos jogos em que o SL Benfica - ou como se diz no Sporting CP, a "equipa visitante" - foi interveniente.

"2 - Final da Taça de Portugal hóquei em patins:
Uma arbitragem desastrosa que colocou o SCP a jogar várias vezes com menos atletas que o adversário. Chegou mesmo a só estarem em ringue o guarda-redes e mais dois jogadores. Mas no hóquei se alguém se der ao trabalho de analisar todos os jogos e quem são os árbitros dos mesmos podem descobrir um "fantástico mundo desconhecido" com um enredo ao mais elevado estilo de Hollywood;

3 - Jogo de hoje da final do campeonato de futsal:
Depois de várias decisões duvidosas durante o jogo, chegamos aos penáltis. Por duas vezes o nosso guarda-redes defendeu e os árbitros mandaram repetir. E mandaram repetir porquê? Porque o André estava adiantado perante a linha... Como diz o povo "uma imagem vale mais que mil palavras"... Vejam as fotos e descubram as diferenças se conseguirem."

Em relação ao jogo de hóquei em patins, o Sporting CP devia ter vergonha da representação que teve nesse jogo, se tiveram tantas vezes com jogadores a menos foi porque os mesmos não se souberam comportar. Foram para o jogo para provocar, atirar-se para o chão e distribuir porrada; perante uma equipa muito superior e num pavilhão com poucas condições para a prática desportiva, foi a forma (pouco honesta) que encontraram para equilibrar o jogo, com desestabilização do adversário, como era óbvio mesmo assim a tarefa era complicada e só não foram humilhados com mais uma goleada porque o seu guarda-redes foi a estrela do jogo. De um finalista da Taça espera-se mais que ter uma ocasião de golo num livre directo, espera-se que passe ao meio campo adversário mais algumas vezes. 

A principal questão que se podia colocar à justiça da arbitragem seria o porquê do João Pinto nunca ter visto um cartão azul, ele que mereceu ser expulso várias vezes. 

Ainda vi com um adepto sportinguista acenar com umas notas ao árbitro, o que pareceu ser uma tentativa de corrupção...

A fraca prestação foi justificada - como parecia ser estratégia - com a actuação da arbitragem. Para o Sporting CP o "fantástico mundo desconhecido" parecem ser as regras do hóquei em patins; e também o foram as regras de respeito com os outros intervenientes no espectáculo e também de boa educação - provocaram desacatos, pressionaram e ofenderam os árbitros, não ficaram para receber as medalhas de finalista, nem para a entrega da Taça ao justíssimo vencedor. A frio pedia-se que, em vez de recordar este episódio como um ataque ao Sporting CP, se retratassem da vergonha que deveriam ter.

Quanto ao jogo de hoje, têm razão na queixa que fazem sobre os penaltis, também o Juanjo se adiantou quando defendeu o penalti Fábio Lima. No entanto, também devem referir que o penalti do Xande devia ter sido repetido pela segunda vez. Mas, é justa a queixa. Quanto às outras decisões estranhas, deve-lhes convir não dizer quais foram.

Estranho é não terem apelado à verdade desportiva após o segundo jogo da final. Nessa altura os erros foram convenientes. O golo mal invalidado ao SL Benfica no início do jogo e aquelas faltas perdoadas ao Sporting CP quando já tinham 5 na segunda parte assentaram mesmo bem na vitória do Sporting CP. Também habituados a erros de arbitragem estiveram nas duas últimas épocas (especialmente na primeira destas), mas neste caso pela positiva, certamente, é que não me lembro das críticas da altura, aí exaltou-se que ganhou a melhor equipa. Hoje também ganhou a melhor equipa.

Tal como no hóquei em patins, no futsal os responsáveis do Sporting CP não se souberam comportar e o mau exemplo veio também do presidente. Este comunicado é a continuação da falta de respeito.

Ficava bem ter dado os parabéns à "equipa visitante" ou se preferirem campeão sem derrotas nos 40 minutos (31 vitórias, 6 empates).

Como se diz agora "the dogs bark and the caravan goes by".

4 comentários:

  1. Amigo Paulo,

    Este senhor não tem vergonha na cara, finalmente têm um presidente que caracteriza a classe dos adeptos desse clube.

    A melhor resposta que podemos dar é a que foi dada ontem... Ganhar, Ganhar e Ganhar.

    Aproveito para convidar para dar uma vista de olhos no nosso tasco: http://tudoportibenfica.blogspot.pt/

    Se gostar, adicione à lista de de Blogs vocês já estão na nossa.

    Saudações Benfiquistas
    Fred
    Tudo por ti Benfica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo Fred, foste adicionado
      Belo blog, parabéns

      Eliminar
  2. Paulo, o Juanjo adiantou-se 10 cm, o André Sousa adiantou-se mais de 1 metro e em todos os penáltis. Não é comparável e eles não têm razão, nem nisto nem em nada!

    ResponderEliminar